AMUSEP - Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense

Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

Notícias

05/03/2018 - Movimento municipalista favorece surgimento de políticas públicas eficazes

O trabalho das instituições, que integram o movimento municipalista, favorece a adoção de políticas públicas, que impactam na vida das pessoas e contribuem para melhorar a qualidade de vida da população. Em resumo, foi o teor das manifestações dos convidados que prestigiaram a reunião mensal da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), realizada no dia primeiro de março, na sede da entidade, em Maringá.

Participaram do encontro, a vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti; o ministro da Saúde, Ricardo Barros; os deputados federais, Alex Canziani e Osmar Serraglio; os deputados estaduais Maria Victoria, Evandro Araújo e Evandro Júnior; e o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antônio Carlos Bonetti. O diretor de Mercado da Fomento Paraná, Luiz Malucelli Neto; a assessora de Relações Institucionais, Emília Belinati e o assessor de Mercado, Luiz Renato Hauly, também estiveram presentes.

A vice-governadora destacou que as associações são ambientes ideais para o intercâmbio de informações e para selar parcerias. O ministro da Saúde ressaltou que as entidades promovem o compartilhar de ideias e favorecem a busca conjunta de soluções para os problemas comuns, enfrentados pelos prefeitos na gestão dos municípios. Canziani acrescentou que a Amusep é um exemplo de atuação e organização para o Brasil. Serraglio afirmou que o movimento municipalista é uma referência e uma fonte para os parlamentares proporem e apoiarem projetos no Congresso Nacional.

Opiniões semelhantes têm os deputados estaduais. Maria Victoria declarou colher muitos subsídios, nos encontros das associações, para direcionar a atuação dela na Assembleia Legislativa. Evandro Araújo enfatizou que o movimento municipalista é a única força capaz de mudar o atual modelo e fazer nascer um novo pacto federativo no País. Evandro Júnior comentou que a união dos prefeitos é o caminho mais curto para os projetos virarem realidade e as reivindicações das comunidades serem atendidas. O secretário Bonetti reforçou que, as entidades são “campo fértil” para multiplicar as boas práticas na gestão pública.

O presidente da Amusep, prefeito de São Jorge do Ivaí, André Luís Bovo, disse ser um privilégio para a entidade receber, em uma única reunião, tantos expoentes da política paranaense. Recordou, no entanto, que a data do encontro foi definida para coincidir com a da solenidade de assinatura da Ordem de Serviço para o início da obra de construção do Hospital da Criança de Maringá, realizada no fim da tarde do dia primeiro, no Auditório Hélio Moreira; e com o evento de lançamento da 46ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial da cidade, a Expoingá, promovido à noite, no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro.

Pauta

Após as manifestações sobre o movimento municipalista, os 23 prefeitos presentes na reunião acompanharam as apresentações da Fomento Paraná; do Paranacidade sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável; e dos responsáveis pelo Núcleo Vôlei Ricardinho. O diretor de Mercado da Fomento, Luiz Malucelli Neto, destacou que, no ano passado, a instituição liberou, para todo o Estado, R$ 75 milhões para o microcrédito, com valor médio de R$ 12 mil, por operação.

Ressaltou, porém, que 17 das trinta cidades da área de abrangência da Amusep ainda não têm o Agente de Crédito; figura central para viabilizar a liberação dos financiamentos direcionados para os Microempreendedores Individuais (MEIs). A assessora de Relações Institucionais da Fomento, Emília Belinati, informou que, em abril, será realizado um curso de formação de agentes, em Maringá, e que os prefeitos dos 17 municípios estão convidados a enviar pessoas para serem capacitadas. Na opinião dela, o agente é um indutor do desenvolvimento.

Na esfera de financiamentos para o setor público, entre 2011 e 2017, a Fomento contratou 55 operações, em todo o Estado, que totalizaram R$ 66 milhões. A maior parte deste valor, R$ 45,6 milhões, foi destinada para investimento em pavimentação asfáltica. O assessor de Mercado, Luiz Renato Hauly, ressaltou que, este ano, por causa das eleições, os prefeitos precisam acelerar a apresentação de projetos, pois o primeiro reembolso tem que ser feito até o dia seis de julho.

O analista de Desenvolvimento Municipal do Paranacidade, Geraldo Farias, lembrou que o Brasil é um dos 193 países comprometidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, para a Agenda 2030. Acrescentou que o Paraná está engajado no Movimento Nacional e que a Amusep integra a mobilização estadual. O acordo contempla 17 objetivos e 169 metas. Os coordenadores Geral, Fernanda Leal Mártires, e dos Professores, Cláudio Fontanelli, do Núcleo Vôlei Ricardinho, apresentaram o projeto social idealizado pelo campeão olímpico Ricardinho. Fundado em maio de 2017, atualmente, a iniciativa reúne 300 alunos de cinco escolas maringaenses, entre oito e 18 anos. A meta é chegar em dezembro deste ano com 500 estudantes atendidos.

Imagens

A vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, destaca que as associações de municípios são ambientes ideais para o intercâmbio de experiências - CRÉDITO: Cláudio Galleti

Outras Notícias

Avenida Nóbrega nº 370 - Sala 04, Zona 04

CEP: 87014-180 - Centro - Maringá - Paraná

 (44) 3225-7922

 amusep@amusep.com.br

Facebook